Quem Somos

Loja maçônica Maestro Carlos Gomes nº 507, filiada à Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo - GLESP, no REAA - Rito Escocês Antigo e Aceito.
Templo Maçônico em Campinas / SP

O que é a Maçonaria?

A Maçonaria é uma organização iniciática e fraterna - a organização mais antiga do mundo. Freqüentemente descrita simplesmente como “um belo sistema de moralidade, velado na alegoria e ilustrado por símbolos”, a Maçonaria pode aprimorar e fortalecer o caráter do homem individual, oferecendo oportunidades de comunhão, educação, liderança e filantropia.

A Maçonaria é uma sociedade secreta?

A Maçonaria não é uma sociedade secreta, ou pelo menos não da maneira que alguém possa pensar. As lições e os "segredos" da Maçonaria são encontrados nas bibliotecas, na televisão e na Internet. Somente no contexto da Loja e da Fraternidade é que essas lições obtêm seu verdadeiro significado para o homem individual. O sigilo na Maçonaria é mais eloquentemente descrito em um artigo sobre o assunto encontrado em uma publicação da Associação Maçônica de Serviço de 1927:

“O segredo da Maçonaria, como o segredo da vida, só pode ser conhecido por quem a procura, serve, vive. Não pode ser pronunciado; só pode ser sentida e agida. É, de fato, um segredo aberto, e cada homem o conhece de acordo com sua busca e capacidade. Como todas as coisas que vale a pena conhecer, ninguém pode saber por outro e ninguém pode saber sozinho. ”

De onde vem a Maçonaria e quantos anos tem?

Os estudos modernos nos dizem que a Maçonaria emergiu das "guildas" (associações) de pedreiros medievais da Inglaterra. À medida que a necessidade de arquitetura monumental na Europa diminuía, essas guildas começaram a admitir maçons não-operativos ou "especulativos" que desejavam usar os símbolos do Ofício para transmitir lições de moralidade para elevar-se umas às outras.

O registro verificável mais completo e mais antigo de Lojas de pedreiros na Inglaterra chega até nós na forma dos “Estatutos de Schaw” de 1599, que contêm as primeiras regras e regulamentos conhecidos para Lojas.

A Maçonaria se tornou um local de encontro para grandes pensadores da Era da Iluminação e se tornou um local para discutir as maravilhas científicas e filosóficas do mundo moderno.

O sistema da Maçonaria como existe hoje foi organizado pela primeira vez na Inglaterra em 1717, quando a primeira Grande Loja da Inglaterra foi formada. Toda loja tradicional do mundo segue sua linhagem para esse corpo.

A Maçonaria moderna, embora com séculos de idade, não é em si antiga. No entanto, muitas das idéias e símbolos associados a ela são encontrados em antigas escolas religiosas, filosóficas e de mistério que chegam a milhares de anos de história registrada.

A Maçonaria é uma religião?

Não. Não é, nem pretende substituir, qualquer sistema religioso dogmático. É, no entanto, altamente espiritual por natureza. Como tal, exigimos que os homens que desejam ingressar na Fraternidade acreditem em um Ser Supremo. A definição dessa crença é deixada à consciência de cada homem. Discussões sobre religião e dogmas específicos são estritamente proibidas dentro de uma Loja.

Por que há tanto interesse na Maçonaria hoje?

Nos últimos quatro séculos, a Maçonaria parece ter florescido em tempos de grande iluminação e mudança. Não é por acaso que a Maçonaria ganhou destaque durante a Era do Iluminismo na Europa e na América. Foi nessa época que uma nova geração acreditou que poderia descobrir maneiras de obter aprimoramento pessoal, trazer ordem à sociedade e entender todo o universo. Esta afirmação é talvez ainda mais forte hoje do que era no século XVIII.

Hoje, os homens procuram a Maçonaria pelas mesmas razões - para melhorar a si mesmos e melhorar a sociedade na companhia de irmãos que pensam da mesma forma. À medida que aprendemos mais sobre como nosso mundo físico funciona, também há um novo interesse naquelas coisas que não entendemos - especialmente aquelas vinculadas à tradição ou que têm uma natureza mais mística.

O que é uma Loja maçônica?

Na Maçonaria a loja significa duas coisas. Refere-se a um grupo de maçons que se reúnem em comunhão e, ao mesmo tempo, refere-se à sala ou prédio em que se encontram, também conhecido por Templo Maçônico.

Existem milhares de lojas maçônica em todo o mundo. O templo em si consiste tipicamente de uma sala onde são realizados os rituais maçônicos, bem como várias áreas adicionais para os irmãos compartilharem refeições, passarem tempo juntos, hospedarem eventos públicos e privados e muito mais.

Por que a maçonaria usa símbolos?

A Maçonaria é um sistema de moralidade, velado na alegoria e ilustrado por símbolos. Os símbolos permitem que as pessoas se comuniquem rapidamente e transcendam as barreiras linguísticas. Quando você vê uma luz verde, por exemplo, você sabe o que isso significa. Da mesma forma, os maçons usam metáforas da geometria e da arquitetura da alvenaria para simbolizar sua busca contínua de conhecimento, ética e habilidades de liderança.

Para refletir sua herança, os maçons usam aventais enquanto estão na Loja, em certos eventos públicos e em funerais para demonstrar seu orgulho pela fraternidade e sua linhagem de pedreiros que historicamente carregavam suas ferramentas em aventais de couro. O Esquadro e o Compasso são os símbolos mais conhecido da Maçonaria: quando você vê o símbolo em um edifício, sabe que os maçons se encontram lá.

Quem pode ser um maçom?

A Maçonaria acolhe homens de todos os países, religião, raça, idade, renda, educação e opinião. No entanto, para ingressar na Maçonaria, é preciso atender às seguintes qualificações:

  • Ser homem com pelo menos 21 anos de idade (a idade mínima varia em algumas jurisdições, às vezes até 18)

  • Acreditar na existência de um Ser Supremo, embora a Maçonaria não esteja preocupada com distinções teológicas ou crenças religiosas particulares

  • Ser de bom caráter moral

  • Ser motivado a participar por razões não relacionadas a ganhos ou lucros pessoais

  • Sua decisão de se candidatar é baseada em seu próprio "livre arbítrio e acordo"

  • Ser aceito por uma opinião favorável da Maçonaria

  • Desejar adquirir conhecimento e esteja disposto a obedecer aos antigos usos e costumes da fraternidade

Como faço para me tornar um maçom?

O processo de solicitação para se tornar um maçom pode ser feito de várias maneiras. Você pode entrar em contato com a Grande Loja do seu estado (o corpo governante maçônico em seu estado em que vive), encontrar uma Loja maçônica na sua área em que deseja se juntar ou entrar em contato com um homem que é maçom e pedir sua ajuda. Você manifestará seu desejo de adesão. Os membros da Loja lerão sua petição e formarão um pequeno comitê para se reunir com você para determinar suas qualificações e responder a quaisquer perguntas que você tiver sobre a Maçonaria.

Para dar o primeiro passo, entre em contato com um representante da Maçonaria em sua região.

Há custos para se tornar um maçom?

O custo de se tornar um maçom varia de Loja para Loja. As taxas associadas à associação incluem uma taxa única de iniciação e taxas mensais para cobrir as despesas operacionais da loja.

Dê o primeiro passo

Quando você se torna maçom, começa sua jornada para ser um homem melhor. Você construirá um relacionamento rico e significativo com seus irmãos, se comprometerá com o serviço das pessoas ao seu redor e se esforçará por uma conexão mais profunda e honesta com você e com os outros. É uma jornada de autodescoberta e iluminação.

Faça a diferença.
Encontre a sua verdade.

 

CNPJ  03.238.080/0001-06

© 2013 by MARCO FEIJÓ